Mini-resenhas #2 Nevermore, Predestinados e Ecos da Morte

Oi gente, tudo bem? Eu e a Ju estamos um pouco ausentes aqui no blog, e sentimos muito por isso, mas o colégio (eu) e o trabalho (Ju) exigem bastante e tem vezes que a gente chega em casa cansada, sem vontade de fazer post ou tem que estudar e é complicado. Acho que a Ju vai voltar nas próximas semanas e eu também estou preparando posts então ainda vêm coisas por aí, ok?

Hoje, eu resolvi falar dos últimos três livros que eu li nas férias.





Autora: Kelly Creagh | Editora: Pandorga | Publicado originalmente em: 2013 | Título Original: Nevermore Gênero: YA Sobrenatural| Nota: 5/5 (+Favorito<3)

A Ju já falou sobre esse livro por aqui, mas gente, eu precisava falar, ainda que fosse em forma de mini-resenha, haha. Nos últimos dias das férias nada me interessava e eu torcia o nariz para quase tudo na minha estante. Eu queria um livro sobrenatural no colegial com romance, mas que ao mesmo tempo desse bastante foco para a história em si. ENTÃO EIS QUE SURGE NEVERMORE EM TODA A SUA GLÓRIA. Ele era tudo o que eu queria e acabou superando as expectativas. Os personagens são muito bons, a escrita é simples, o plot é tão diferente e legal, sendo baseado em Poe e alguns pontos de sua obra e o que eu mais gostei foi a relação entre os personagens. É tão bom como ela trabalhou não só o romance da Isobel e do Varen, mas a amizade com as outras pessoas da vida deles e... AAAH, É TUDO TÃO BOM GENTE, VÃO LOGO LER ESSE LIVRO.

P.S: Ele é um pouco trash, mas acredito que seja por conta de toda essa coisa de ensino médio e alguns estereótipos. E, gente, é algo totalmente ignorável.
P.S¹: Eu demorei para me acostumar, mas acabei adorando a capa.



Autora: Josephine Angelini| Editora: Intrínseca | Publicado originalmente em: 2011 | Título Original: Starcrossed Gênero: YA Sobrenatural| Nota: 4/5

Predestinados é um daqueles livros que eu comprei no Submarino para completar a cota e ganhar mais desconto (prometo que não faço mais isso Senhor!) e demorei para ler because of reasons. Depois de Nevermore eu fiquei órfã e precisava de mais uma dose de sobrenatural no colegial e então peguei esse livro. Até um pouquinho depois da metade ele foi muito bom, muito bom mesmo. Gostei do rumo que a autora deu para a mitologia e os personagens estavam legais. Até que me dei conta que havia coisas muito “crepusculadas”. Não digo isso do plot, mas são os pequenos detalhes que incomodam, principalmente quando se trata dos personagens.
Ainda assim gostei do livro e pensei em continuar a série, mas acho que a Intrínseca desistiu de publicar os livros (editoras, por favor, tentem não fazer isso) então só resta ler em inglês.


Autora: Kimberly Derting| Editora: Intrínseca | Publicado originalmente em: 2010 | Título Original: The Body Finder Gênero: YA Sobrenatural| Nota: 2/5

Esse aqui é o último livro que eu li, mas é o que eu menos tenho coisas a dizer. O plot é sobre uma menina que é capaz de sentir e localizar criaturas que foram vítimas de assassinato (isso inclui os passarinhos que o gato come, é um pouco macabro, mas nem tanto se comparado a corpos de garotas). Assassinatos começam a ocorrer e ela pode ser a única a localizá-lo se ele não a localizar primeiro. *Imaginem aqui uma frase final de efeito de sinopse*.
Okay. Eu não gostei desse livro. Simples assim. Não gostei, porque ele não me fez sentir nada. Não consegui amar nem odiar os personagens, a relação deles era muito sem sal e não falo apenas do romance, o mistério não era ruim, mas eu já suspeitava quem era o assassino e não fiquei completamente assustada. É daqueles livros que não fazem diferença nenhuma na minha vida. Não queria estar falando mal dele, não mesmo e se você gostou do livro, respeito a sua opinião e espero que você respeite a minha, afinal, todo mundo é diferente de todo mundo e por consequência as opiniões também.

Era isso gente, beijinhos.



Importante!!!


Vocês devem ter percebido que o blog esta pouco atualizado, mas tem um bom motivo, vou começar a trabalhar, e tive que correr atrás de treinamento, documentos e fiz alguns exames, o que consumiu meu tempo. Ainda não comecei, mas esta chegando a hora, e por isso nas próximas semanas não vou ter tempo para atualizar o blog, não pretendo parar, mas preciso aprender administrar meu tempo, para poder fazer tudo. Quando eu voltar, vai ter muitas novidades, por mim contaria agora, mas vocês vão ter que esperar!

Beijos, e até a próxima. 

Top 5: Livros para ler no carnaval


Vou aproveitar esses dias de folga para colocar as leituras em dia, e decidi escrever esse post com algumas dicas para aqueles que assim como eu, vão ter tempo de sobra para ler. Não são necessariamente livros a ver com o verão ou com a época, mas são leituras fáceis, para distrair e divertir nesse feriadão

Derby Girl - Shauna Cross (Resenha)
Se você procura uma leitura descontraída, Derby Girl é uma excelente escolha, um dos melhores livros sobre girl power que eu já li. Eu amo YA, acho que isso é meio óbvio, e tenho plena consciência que muitas vezes as histórias são bem previsíveis, mas esse livro me pegou de surpresa, e eu adoro quando isso acontece, é um passo para entrar para o meus favoritos. Além do roller derby, que confesso, senti uma enorme vontade de praticar, e é uma das coisas mais awesome inventadas pela humanidade, ainda temos um dos melhores desenvolvimentos de romances que eu já li. Está esperando o que, vá ler logo. Recomendo o filme também. 

O garoto da casa ao lado - Meg Cabot 
Eu estava escolhendo os livros para essa lista, e não podia deixar a Meg Cabot de fora. Foi difícil escolher só um, por mim, indicava todos! Eu escolhi esse por dois motivos, o primeiro, eu já disse, não podia faltar Meg Cabot, o segundo é que essa história é tão fofa, que todo mundo precisa ler. Esse foi o primeiro livro adulto da Meg que eu li, e é a minha segunda série favorita dela, só perde para Heather Wells que é a minha série favorita ever, tem um dos romances mais fofos escritos pela autora, suspiro até hoje lembrando da Melissa e do John, além disso, a narrativa em forma de e-mail, sms, e coisas do tipo, deixa o livro ainda melhor. 

Samantha Sweet, Executiva do lar - Sophie Kinsella (Resenha)
Se você ainda não leu nenhum livro da Sophie Kinsella, não sabe o que está perdendo. Ok, eu sei que o preço não ajuda, mas se você tiver a oportunidade, não deixe passar. Samantha Sweet foi o meu primeiro contato com a autora, e não poderia ter começado de forma melhor. A história de Samantha me levou às gargalhadas mais de uma vez, é cada situação que essa maluca se mete, que eu ficava morrendo de vergonha alheia, no começo, eu pensei até que não ia ter romance, por que ele demora um pouquinho a acontecer, mas quando veio, foi muito amor, clichê do jeito que eu gosto. 

A caminho do verão - Sarah Dessen (Resenha)
Eu só li dois livros da Sarah Dessen, mas foi o suficiente para fazer dela, uma das minhas autoras favoritas. A autora não foca muito em romance, apesar de não faltar, ela dá preferência para as auto-descobertas típicas da adolescência, e faz isso de uma forma muito bonita. Nesse livro, por exemplo, a protagonista acha que sabe tudo da vida, e ela não poderia estar mais enganada, só depois de se permitir experimentar e arriscas novas experiências, que ela descobre que o mundo é bem diferente daquilo que ela tinha como verdade. 

Frente de Tempestade - Jim Butcher (Resenha)
Eu amo esse livro!!! Uma pena que a editora sumiu e não está nem aí para as sequências. Harry Dresden é um dos meus personagem favoritos, nunca encontrei um que fosse tão poderoso e atrapalhado ao mesmo tempo. Sou fã de histórias que misturam diferentes criaturas sobrenaturais, e nesse livro nós temos tudo, bruxos, fadas, vampiros, entre outros, e ainda tem de fundo, um mistério policial, melhor impossível. 


Espero que tenham gostado das dicas, e bom carnaval para todos vocês!